Junte-se a mais de 650k+ alunos satisfeitos. Seu TCC pronto com a melhor preparação.

|

Regras ABNT - Blog

Normas ABNT, Trabalhos acadêmicos, Artigos científicos, Cursos e muito mais...

5 Experimentos científicos fáceis de fazer

5 Experimentos científicos fáceis de fazer

Atualizado em 

 |

Escrito por:

Normalmente quando ouvimos falar de experimentos científicos imaginamos procedimentos complicados e feitos em laboratório. Mas, há experiências super fáceis e possíveis de serem realizadas em mansão, ou na escola.

Confira nesse cláusula, 5 experimentos científicos fáceis de serem realizados em mansão, ou na sua escola.

1. Reação de Neutralização com vinagre e bicarbonato

Material: Vinagre e bicarbonato de sódio.

Uma vez que fazer: pegue um volume de 50 mL de vinagre em um copo de vidro liso e coloque uma colher de chá de bicarbonato de sódio.

Resultado esperado: mal o bicarbonato de sódio entra em contato com o vinagre ocorre a formação de espuma.

Bicarbonato de sódio e vinagre

Explicação do experimento: Existem substâncias que possuem diferentes valores de pH. O pH é o potencial de hidrogênio que define se uma substância é ácida ou básica. A graduação de pH varia de 0 a 14, quanto mais próximo de zero mais ácido, quanto mais próximo de 14 mais precípuo ou alcalino.

Assim, quando misturamos duas substâncias, uma ácida e outra básica, ocorre uma reação química de neutralização.

Veja a equação química:

2. Mudança de cor em pétalas de flores brancas

Material: três flores brancas com talo, três copos com chuva e três corantes de cores diferentes.

Uma vez que fazer: pegue os copos com chuva (50 mL) e pingue três gotas dos corantes em cada um deles. Lembre-se que cada copo precisa ter, ao final, três líquidos de cores diferentes. Coloque uma flor em cada copo e espere.

Resultados esperados: depois de qualquer tempo, as pétalas brancas estarão coloridas com a cor do corante posto na chuva.

Experimento do xilema

Explicação do experimento: as vegetais com flores (Angiospermas) possuem vasos condutores de suco, conhecidos uma vez que xilema e floema. É através do xilema que as vegetais obtêm chuva do solo e transportam para as partes necessárias do seu corpo. Porém, ao final essa chuva sempre chega às estruturas superiores, uma vez que folhas e flores.

Assim, a explicação para esse experimento é a transporte da chuva com corante pelo xilema, até chegar às pétalas brancas, que serão tingidas.

3. Ímã de balão de sarau

Material: uma varíola plástica de sarau, folha de papel picotada, entre 5 a 10 pedaços pequenos, e uma lata de refrigerante vazia.

Uma vez que fazer: encha o balão e dê um nó. Em seguida, arraste várias vezes o balão no próprio cabelo. Posteriormente, aproxime lentamente o balão com lado que arrastou nos cabelos dos papéis picotados e depositados previamente em uma superfície.

Outra experiência provável de fazer com os materiais, é a atração da latinha de refrigerante vazia com varíola. Pegue uma varíola, arraste-a no cabelo. Com a latinha já depositada no solo, deitada para rolar, aproxime a varíola lentamente.

Balão estático

Resultados dos experimentos: ao aproximar a varíola dos papéis picotados, eles serão atraídos para a superfície da varíola e ficarão presos pela força exercida pela varíola. No outro experimento, ao posicionar a varíola, em seguida passá-las na cabeça, a latinha começará a ser atraída pela varíola e rolará e sua direção.

Explicação do experimento: ao impelir o balão de plástico no cabelo ocorrerá uma mudança de fardo elétrica em sua superfície. Isso produzirá um gradiente eletrostático, o que permitirá que alguns materiais sejam atraídos pela varíola.

TCC Pronto
TCC em unicamente 3 DIAS

4. Eletrólise da chuva

Material: um copo com chuva, sal de cozinha, uma manadeira de robustez, que pode ser uma bateria de 9 volts, dois pedaços de fio e dois pregos.

Uma vez que fazer:

  1. Encha o copo de chuva e coloque uma colher de chá de sal de cozinha;
  2. Conecte os fios em cada polo da bateria, um no positivo e outro no negativo;
  3. Enrole os pregos na extremidade dos fios de ambos os polos, ou seja, um prego no fio conectado no polo positivo, outro prego no fio conectado no polo negativo;
  4. Introduza os pregos conectados aos fios na chuva com sal, sem se tocarem.
Eletrólise da água

Resultado do experimento: ao introduzir os pregos na chuva contendo sal, em seguida qualquer tempo ocorrerão formações de bolhas, umas maiores outras menores. As bolhas se concentrarão em ambos os pregos, além de se dispersarem pela mistura chuva + sal.

Explicação do experimento: a chuva possui fórmula molecular H2O, ou seja, dois hidrogênio ligados por relação covalente a um oxigênio. Quando feita a mistura com sal de cozinha (NaCl) ocorre a dissociação iônica do sal, formando espécies com fardo positiva (Na+) e negativa (Cl). Isso potencializa a condutividade elétrica na solução.

Assim, o processo de eletrólise será potencializado e vertiginoso. Em pouco tempo ocorrerá a formação de bolhas, que é justamente a quebra da molécula de H2O em gás hidrogênio e gás oxigênio. Portanto, as bolhas que se formam em cada um dos pregos é o acúmulo desses gases. As bolhas menores costumam ser do hidrogênio e as maiores do oxigênio, porém a forma correta de identificar é observando o polo ligado aos fios.

O oxigênio ocorrerá no ânodo, ou seja, o polo positivo, e o hidrogênio no cátodo, o polo negativo.

5. Teste de acidez ou alcalinidade em provisões

Material:

  1. repolho roxo;
  2. chuva;
  3. panela;
  4. tamis ou crivo;
  5. copos transparentes;
  6. líquidos para serem testados: sumo de limão, vinagre, refrigerante, chuva da torneira, chuva misturada com bicarbonato de sódio, etc.

Uma vez que fazer:

  1. Galanteio o repolho em pedaços pequenos e ligeiro ao queima com chuva até cobri-lo;
  2. Posteriormente fervura, a chuva estará com coloração roxa, nesse momento desligue o queima e coe mistura;
  3. Coloque os líquidos em copos transparentes e em seguida, coloque de uma a três gotas da solução teste (chuva de repolho) no líquido que será testado.
Indicador ácido-base com repolho

Resultado do experimento: em seguida introduzir as gotas do líquido teste, que no caso é a chuva de repolho, cada líquido testado (sumo de limão, refrigerante, chuva com bicarbonato, vinagre, etc) mudará de cor de concordância com o seu pH.

Explicação do experimento: a depender do pH (potencial de hidrogênio) de cada substância testada ocorrerá a formação de coloração dissemelhante. Por exemplo, substâncias mais ácidas tendem a permanecer de coloração entre vermelho e rosa, enquanto àquelas alcalinas tendem a permanecer azuladas, amareladas ou esverdeadas.

Quais são alguns experimentos científicos fáceis de fazer para crianças?

u003cstrongu003eVulcão de bicarbonato de sódio:u003c/strongu003e Misture bicarbonato de sódio, vinagre e corante alimentar em um recipiente e observe a erupção!u003cbr/u003eu003cstrongu003eSlime caseiro:u003c/strongu003e Misture cola com bórax e corante alimentar para criar um slime pegajoso e divertido.u003cbr/u003eu003cstrongu003eLuz de garrafa pet:u003c/strongu003e Utilize uma garrafa pet, água, óleo e um espelho para criar uma luminária caseira.u003cbr/u003eu003cstrongu003eBússola caseira:u003c/strongu003e Imanetize uma agulha e prenda-a em um pedaço de cortiça flutuando em água para criar uma bússola simples.u003cbr/u003eu003cstrongu003ePlantinha em ovo:u003c/strongu003e Plante uma semente de feijão em um ovo para observar o processo de germinação.

Como fazer um vulcão de bicarbonato de sódio caseiro?

u003cstrongu003eMateriais:u003c/strongu003e Bicarbonato de sódio, vinagre, corante alimentar, detergente líquido, papelão, cartolina.u003cbr/u003eu003cstrongu003eInstruções:u003c/strongu003eMisture 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio com corante alimentar em um recipiente.u003cbr/u003eEm outro recipiente, misture 1/4 xícara de vinagre e algumas gotas de detergente líquido.u003cbr/u003eConstrua um vulcão com papelão e cartolina.u003cbr/u003eDespeje a mistura de vinagre no vulcão e observe a erupção!

O que é slime caseiro e como fazê-lo?

O slime caseiro é um brinquedo pegajoso e divertido feito com cola, bórax e corante alimentar.u003cbr/u003eu003cstrongu003eMateriais:u003c/strongu003e Cola branca, bórax em pó, corante alimentar, recipiente descartável, colher.u003cbr/u003eu003cstrongu003eInstruções:u003c/strongu003eMisture 1/2 xícara de cola branca com algumas gotas de corante alimentar em um recipiente.u003cbr/u003eAdicione 1/4 colher de chá de bórax em pó à mistura de cola e mexa até formar um slime homogêneo.u003cbr/u003eSe o slime estiver muito úmido, adicione mais bórax. Se estiver muito seco, adicione mais cola.

Como fazer uma luz de garrafa pet caseira?

Uma luz de garrafa pet é um projeto simples e sustentável que utiliza materiais reciclados para criar uma luminária.u003cbr/u003eu003cstrongu003eMateriais:u003c/strongu003e Garrafa pet cortada ao meio, água, óleo, papel alumínio, espelho, elástico.u003cbr/u003eu003cstrongu003eInstruções:u003c/strongu003eEncha a garrafa pet cortada pela metade com água.u003cbr/u003eAdicione óleo suficiente para criar uma camada fina sobre a água.u003cbr/u003eCubra a abertura da garrafa pet com papel alumínio, deixando um pequeno orifício no centro.u003cbr/u003eFixe um espelho no interior da garrafa pet, voltado para o orifício.u003cbr/u003ePrenda a garrafa pet em um suporte com um elástico.u003cbr/u003ePosicione a garrafa pet na luz do sol para observar o efeito de refração da luz e a criação de um feixe luminoso.

Como fazer uma bússola caseira simples?

Uma bússola caseira é um instrumento simples que utiliza imãs para indicar o norte magnético.u003cbr/u003eu003cstrongu003eMateriais:u003c/strongu003e Agulha, imã, cortiça, água, recipiente descartável.u003cbr/u003eu003cstrongu003eInstruções:u003c/strongu003eImanetize a agulha esfregando-a em um imã por alguns minutos.u003cbr/u003eFixe a agulha na cortiça.u003cbr/u003eColoque a cortiça com a agulha em um recipiente com água e observe como a agulha se alinha com o norte magnético.

Search

Junte-se aos mais
de 650k+ alunos satisfeitos.

Assine nosso NewsLetter para receber conteúdo em primeira mão sobre as Normas ABNT – direto na sua caixa de entrada.

Veja mais:

Trabalho científico abnt – como fazer um artigo

Os artigos científicos formam a unidade de informação da revista científica. Por meio deles, as …

Porquê fazer um sumário (normas da ABNT)

Se você está escrevendo um trabalho acadêmico ou de desenlace de curso, não pode deixar …

TCC para surdos

O TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) é um desafio para todos os estudantes, mas …

Normas APA para formatação de artigos científicos

Os padrões da American Psychological Association (APA) (publicados pela primeira vez em 1929) incluem o …

Apêndice – Porquê fazer um apêndice ABNT?

As normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) são amplamente utilizadas na elaboração de …

Como fazer a tese de um trabalho?

Esqueça aqueles trabalhos que parecem uma colcha de retalhos (ou frankenstein) de bibliografias onde uma …