Junte-se a mais de 650k+ alunos satisfeitos. Seu TCC pronto com a melhor preparação.

|

Regras ABNT - Blog

Normas ABNT, Trabalhos acadêmicos, Artigos científicos, Cursos e muito mais...

trabalho científico abnt

Trabalho científico abnt – como fazer um artigo

Atualizado em 

 |

Escrito por:

Os artigos científicos formam a unidade de informação da revista científica. Por meio deles, as informações dos autores são transformadas em conhecimento científico que é de domínio público. Se distribuído adequadamente, o artigo pode ser lido, citado e utilizado pelos profissionais de saúde em seu trabalho diário.

A divulgação justa é a divulgação em uma revista científica que utiliza o processo de revisão por pares.1 – p.238 O Conselho Editorial da revista Epidemiologia e Serviços de Saúde utiliza revisão por pares na avaliação dos artigos submetidos a ela para publicação, portanto, um meio adequado para publicar trabalhos científicos. Dessa forma, há uma alta probabilidade de atingir o público certo se o tema for adequado para publicação na revista.

Com isso, existem vários tipos de artigos científicos. O autor se limitará a cobrir os artigos originais (artigo científico ou artigo em inglês). São os que contêm o relato em primeira mão dos resultados de uma pesquisa.

O texto de um artigo científico original é normalmente dividido em quatro seções com os seguintes títulos:

  • Introdução;
  • Métodos (método, material e métodos ou metodologia);
  • Resultados;
  • Discussão.

Uma estrutura semelhante, denominada IMRD, prevalece no campo biomédico e em diversas áreas do conhecimento. Em um estudo analisando quatro das principais revistas de medicina clínica publicadas em inglês, Sollaci e Pereira relatam que a estrutura do IMRD foi usada na década de 1940. Chegou a 80,0 na década de 1970 e foi o único padrão adotado nos documentos originais na década de 1980.

Cada uma das subdivisões do artigo acadêmico tem suas características distintas, conforme detalhado abaixo.

Primeiramente, as informações que justificam a pesquisa são apresentadas juntamente com o objetivo do trabalho. Este material está limitado à seção introdutória do artigo.

Portanto, a seção de método detalha como o estudo foi delineado e a amostra selecionada, a forma de coleta de dados, a análise planejada para atingir o objetivo da pesquisa e quais aspectos éticos desempenharam um papel.

De seguida são apresentados os resultados do estudo com a respetiva avaliação estatística, se aplicável.

O relatório termina na parte de discussão com a interpretação e comentário sobre a significância dos resultados, a comparação com outros resultados de pesquisas sobre o tema e as conclusões dos autores, de acordo com o objetivo da pesquisa ou a hipótese formulada. Os fatos e argumentos são concatenados para orientar o leitor e fazê-lo compreender a conclusão do autor e poder analisar ele mesmo a validade e aplicabilidade da investigação.

Embora, conhecer a estrutura apresentada é o ingrediente básico para entender a lógica do artigo científico. A tabela abaixo contém algumas perguntas que podem ajudar o leitor a compreender o conteúdo das quatro seções e a relação entre elas.

Outros temas de comunicação científica serão discutidos em novos textos, que serão publicados nos próximos números desta revista e terão como base o livro Artigos Científicos. Dominar esses tópicos ajudará o leitor a apreciar melhor a arte e a técnica da comunicação acadêmica.

artigo científico
Estrutura do artigo científico

Na hora de preparar um trabalho científico abnt você pode estar utilizando as normas abnt para trabalho acadêmico, nesse caso você apenas usará a formatação abnt para a preparação do seu artigo científico, com isso é possível você ver as regrinhas da introdução abnt disponível em nosso portal com um artigo dedicado a este assunto.

Redação do artigo científico – aprenda como fazer nas normas abnt

Uma pesquisa não termina até que seus resultados sejam devidamente publicados. Das formas de divulgação disponíveis, o modelo de artigo científico original, ou simplesmente artigo original, é o mais eficiente.

O fato científico só se materializa com a publicação. Sem a devida publicação não há fato científico. Mas há a questão da concorrência para publicação. O número de artigos científicos submetidos aos editores supera o espaço disponível nos periódicos. Nesta competição, são escolhidos os melhores textos. Portanto, é importante produzir texto de alta qualidade.

A seguir, algumas perguntas frequentes sobre redação acadêmica apresentadas e comentadas para fundamentar conceitos e traçar estratégias que precisam ser aplicadas antes mesmo da redação do artigo.

Como escrever um bom texto?

As qualidades de um texto acadêmico incluem: clareza, para que o leitor entenda o que está lendo; Concisão, para não desperdiçar o tempo e o espaço da revista aos leitores; Precisão para não enganar o leitor. Outras qualidades muito apreciadas são a progressão lógica na apresentação dos fatos e argumentos para garantir a continuidade da leitura e a elegância para prender a atenção do leitor e até mesmo encantá-lo.

Uma forma de criar textos com as qualidades mencionadas é tê-los revisados ​​várias vezes pelo autor. Outra medida que parece sensata é solicitar uma revisão adicional por outra pessoa responsável pela correção dos textos.

Qual a estrutura de um bom artigo?

Basta folhear números anteriores do periódico ao qual o texto será enviado para se ter noção das características que deve apresentar. A leitura das “instruções para autores” do periódico traz orientações específicas sobre o assunto.

O artigo científico original é geralmente organizado em quatro partes: introdução, método, resultados e discussão – a chamada estrutura IMRD. Portanto, orientação para a divisão do texto existe. Não se deve inventar formas desalinhadas do padrão IMRD que possam suscitar incompreensões ou equívocos. Aconselha-se seguir essa padronização já classicamente consolidada.

Por onde começar a redação de um artigo?

O autor raramente escreve letras no episódio do IMRD. Na maioria dos casos, a redação inicia-se após a análise dos dados.

A primeira ação é a compilação das tabelas e figuras, acompanhadas dos respectivos títulos e legendas. Em seguida, o texto correspondente é escrito. Assim que a primeira versão aceitável dos resultados estiver disponível, inicia-se a preparação da parte de métodos. A discussão e a introdução são então escritas nessa ordem.

Se há um projeto de pesquisa sobre o tema que está sendo realizado pelo autor, significa que houve trabalho de reflexão e pesquisa bibliográfica previamente. Este texto pode ser usado em preparação para as seções introdutórias e de métodos, ou adaptado. O trabalho é salvo.

O artigo é completado com as demais partes, as referências, o título, o resumo e as palavras-chave criadas mais recentemente. Embora algumas seções do artigo sejam escritas posteriormente, é útil ter anotações que possam ser usadas para facilitar a redação.

Como ser objetivo na redação do artigo?

O artigo científico original conta a história da investigação. Tal texto deve ser coerente, com início, meio e fim; e sem idas e vindas desnecessárias. Defina um objetivo claro para isso. Isso leva a Writing.

O objetivo do relatório ou inquérito aparecerá no final da introdução. Funciona como uma conclusão à introdução e determina o conteúdo e os limites das seções seguintes, método, resultados e discussão. Tudo lá tem que se encaixar no propósito. A pesquisa científica também pergunta sobre a posição do autor. Isso aparecerá no final do texto – e que essa conclusão seja coerente com o objetivo do artigo.

A ordem e apresentação correta dos tópicos é tão importante que alguns revisores de artigos acadêmicos têm razão em olhar no início de suas avaliações após o objetivo e a conclusão no texto. Se ambos concordarem, continue lendo. Caso contrário, desistem e consideram o texto impróprio para publicação. Portanto, tente escrever um objetivo claro para o artigo. Tenha-o sempre pronto ao escrever todo o texto.

Onde encontrar material para um artigo científico?

Existem muitos trabalhos acadêmicos de escrita e caligrafia no mercado. Vale a pena consultá-los. Sites com diretrizes para denúncias de investigações também estão disponíveis. Uma pequena lista de recursos online relevantes inclui o Vancouver Guidelines, o Consort Guide to Writing Clinical Studies e o Strobe Guide to Writing Observational Studies. Existem outras diretrizes para praticamente todos os tipos de artigo.

Concluindo, se o autor conhece suportes e ferramentas que facilitam a escrita, alguns dos quais são mencionados neste texto, ele terá a oportunidade de utilizá-los para tentar criar um texto de qualidade. Ou pelo menos estará mais bem equipado para praticar a arte e a técnica da comunicação acadêmica.

Fonte: Scielo – Portal de periódicos acadêmicos

Search

Junte-se aos mais
de 650k+ alunos satisfeitos.

Assine nosso NewsLetter para receber conteúdo em primeira mão sobre as Normas ABNT – direto na sua caixa de entrada.

Veja mais:

Melhores revistas para postar artigo científico

A publicação de artigos científicos é uma ótima maneira de compartilhar suas descobertas e pesquisas …

O que são as normas Vancouver?

As normas Vancouver desempenham um papel fundamental na espaço da saúde e ciências biomédicas, oferecendo …

Porquê fazer a indicação dos Anexos nas normas ABNT

Quando seguimos as normas ABNT para produzir trabalhos acadêmicos, é importante que saibamos uma vez …

Citação direta nas normas ABNT – Veja como fazer

Primeiramente, a citação direta curta é uma forma eficaz de incorporar as palavras de outro …

Tipos de redações utilizadas

Redação é uma habilidade crucial para expressar ideias de maneira clara e persuadir o leitor. …

10 Conectivos para conclusão de textos

Dicas para finalizar seus trabalhos acadêmicos A finalização de um trabalho acadêmico é um momento …